NOVO LAUDO DIZ QUE BRITTANY MURPHY PODE TER SIDO ENVENENADA


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: O misterioso falecimento da adorável Brittany e de seu marido Simon pode ter tido motivação criminosa, conforme exames feitos por um outro laboratório encomendado pelo pai da atriz, Angelo Bertolotti.

De acordo com os resultados do exame, foram encontradas substâncias pesadas geralmente encontradas em venenos para ratos. O mistério ainda não está esclarecido, mas dá novo rumo às investigações sobre a tragédia ocorrida em 2009.

Novo laudo diz que Brittany Murphy pode ter sido envenenada

Do Portal Terra

Sua mãe já tem as suspeitas há tempos. Agora chegou a vez do pai contrariar as investigações feitas pela polícia quatro anos atrás e afirmar que a atriz Brittany Murphy, sua filha, foi envenenada - e não morta de causas naturais, como foi oficialmente anunciado na época. As informações são do site da revista The Examiner.

Após anos de tentativas, Angelo Bertolotti conseguiu recentemente o direito de resgatar cabelo, sangue e tecido de sua filha. Ele, então, encaminhou o material para um laboratório independente. E acabou vendo a confirmação de suas piores suspeitas: sua filha pode ter sido assassinada por envenenamento.

"Dez metais pesados foram encontrados em níveis mais altos do que os limítrofes estipulados pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Testando a amostra de cabelo, identificada como da parte de trás da cabeça, detectamos dez metais pesados mais altos do que as recomendações da OMS", diz a conclusão do laboratório onde o novo teste foi realizado. "A única explicação lógica seria uma exposição a essas toxinas administradas por uma pessoa com intuito criminoso."

Na época do caso, ocorrido em 2009, a morte de Murphy, aos 32 anos, foi tratada como natural. De fato, a Polícia de Los Angeles sequer realizou testes para saber se houve envenenamento ou não. O marido da atriz, o roteirista britânico Simon Monjack, foi encontrado morto meses depois - aparentemente em consequência de uma pneumonia.

Metais pesados são facilmente encontrados em raticidas (venenos usados para matar ratos e camundongos) e inseticidas. Os sintomas para quem ingere essas substâncias são dor de cabeça, tontura, problemas neurológicos, intestinais, respiratórios, tremores, taquicardia, excesso de transpiração, desorientação, tosse, congestão e pneumonia. Todos eles foram apresentados tanto por Murphy quanto pelo marido antes de suas mortes. Os níveis detectados no cabelo da atriz eram até nove vezes maiores do que a máxima tolerância em uma pessoa estipulada pela OMS.

"Rumores sobre vícios, espalhados por tabloides, injustamente mancharam a reputação de Brittany", disse o pai da atriz. "Minha filha não era anoréxica nem drogada, como eles constantemente insinuaram. Brittany e Simon foram ridicularizados pelo The Hollywood Reporter quando eles reclamaram que estavam sendo vigiados e que temiam por suas vidas! Eu não descansarei enquanto a verdade sobre essa tragédia seja contada. Haverá justiça a Brittany."

Comentários