JENNIFER MORRISON FOI NOIVA DE ATOR DE 'GRANDE MENINA, PEQUENA MULHER'


Foi anunciada hoje, oficialmente, a saída da atriz Jennifer Morrison do seriado Era Uma Vez (Once Upon a Time), no qual fazia a protagonista Emma Swan, filha da Branca de Neve (Snow White) e do Príncipe Encantado (Prince Charming), que está no ar desde 2011.

A saída foi amigável e feita por razões pessoais e profissionais. Jennifer queria estar disponível para novos trabalhos, desejando ampliar seu talento com novas personagens. Ela decidiu sair, mas expressou profunda gratidão aos colegas do elenco e à equipe técnica, além de se oferecer para comparecer a eventos relacionados ao seriado.

Uma curiosidade sobre Jennifer - também carinhosamente apelidada de Jenny - é que ela foi noiva do ator Jesse Spencer, entre 2004 e 2006. Jesse fez o papel de Neil Fox, justamente o par romântico da personagem de Brittany Murphy, Molly Gunn, no filme Grande Menina, Pequena Mulher, de 2003.

Jennifer e Jesse chegaram a marcar casamento no mesmo ano em que Britt se casou com Simon Monjack. 2007, mas o noivado foi cancelado. Jennifer teve alguns namorados depois e, atualmente, está solteira.

Nesse mesmo ano, Jennifer Morrison fazia parte do elenco do filme juvenil Manobras Radicais (Grind), fazendo a personagem Jamie, que era namorada do personagem protagonista, Eric Rivers, interpretado por Mike Vogel.

Vogel, para quem não sabe, fez parte do elenco de Do Outro Lado do Corredor (Across The Hall), de 2009, fazendo o personagem Julian, amante da personagem June, interpretado justamente por Brittany Murphy.

Diante de tais curiosas ligações, desejamos boa sorte para Jennifer Morrison na nova fase de sua carreira. Por ora mostramos aqui as fotos relacionadas às informações acima descritas.

JENNIFER MORRISON E JESSE SPENCER EM 2006.

JESSE SPENCER COM BRITTANY MURPHY EM CENA DE GRANDE MENINA, PEQUENA MULHER, DE 2003.

NO ALTO, JENNIFER MORRISON E MIKE VOGEL NO FILME MANOBRAS RADICAIS, DE 2003. ACIMA, O MESMO MIKE VOGEL APARECE AO LADO DE BRITTANY MURPHY EM DO OUTRO LADO DO CORREDOR, DE 2009.

Comentários