TRAILER DE CINEBIOGRAFIA SUGERE QUE BRITTANY MURPHY FOI ASSASSINADA


A divulgação do filme The Brittany Murphy Story, num trailer já disponível no YouTube - ver abaixo - vai dar o que falar, já que ele sugere que a atriz teria sido assassinada, assim como seu marido, o produtor e roteirista inglês Simon Monjack. O trailer solta expressões sugestivas como "os suspeitos" e "o mistério".

Em 2013, um exame encomendado pelo pai da atriz, Angelo Bertolotti, detectou substâncias químicas de metais pesados, semelhantes aos que são encontrados em venenos para ratos. Segundo Angelo, Brittany e Simon teriam sido vítimas de um suposto complô do qual não se sabem detalhes. A mãe de Brittany achou a tese "uma loucura" e disse que a filha faleceu de ataque cardíaco.

A tragédia de Brittany é um grande mistério. Consta-se que ela teria sido morta a mando de um "maníaco" ou de um "complô". Com base na principal tese de assassinato, acreditada pelo pai da atriz, ela teria sido morta por queima de arquivo, possivelmente por algum problema relacionado a Simon.

Há, por outro lado, quem também suspeite que Simon Monjack teria envenenado a esposa, assim que ela descobriu que ele a havia traído. Com base nesta hipótese, ele teria se suicidado em 2010 da mesma maneira com que teria envenenado Brittany.

Simon já tinha sido preso em 2007 por causa de um golpe financeiro e rumores dizem que ele teria usado o dinheiro de Brittany para sustentar suas ex-namoradas e os filhos que ele teve com cada uma, repassando dinheiro pelo computador. Houve também uma suposta notícia de que Simon teria assediado sexualmente a sogra do produtor, a própria mãe da atriz, que morava com o casal.

Esta tese de que Simon teria matado Brittany ainda não foi levantada, porque, aparentemente, a mídia ainda trabalha a imagem de Brittany e Simon como se fossem uma espécie de "Romeu e Julieta" de Hollywood, mas existem fortes indícios de que a relação, apesar da aparente cumplicidade, não teria sido muito feliz.

 

Comentários