Pular para o conteúdo principal

BRITTANY MURPHY EM CLIPE DOS TEARS FOR FEARS

Os Tears For Fears são muito conhecidos entre nós. A dupla inglesa formada por Roland Orzabal e Curt Smith, que rendeu uma série de músicas conhecidas, como "Pale Shelter" e "Everybody Wants to Rule the World", é uma das mais prestigiadas pela sua excelente música e pelo talento e personalidade de seus integrantes.

Pois uma peculiaridade envolve nossa sempre querida Brittany, que, em 2004, foi convidada para estrelar o clipe da música "Closest Thing to Heaven", que a dupla, depois de tanto tempo separada (Roland chegou a seguir com o projeto sem o parceiro), havia composto entre tantas canções da época.

Brittany Murphy - que retoma os cabelos cacheados morenos, já que se destacava mais com o cabelo tingido de louro e liso - aparece num cenário surreal, conduzindo um balão, até que vem uma tempestade que o derruba para o alto mar, e depois, com o fim da tempestade, já com o céu em crepúsculo, a nossa gatinha navega tranquila dentro do balão boiando sobre as águas.

O clipe tem muito a ver com a famosa frase que Brittany deu em uma entrevista, de que os dias difíceis se tornariam os melhores dias da vida, se alguém sobreviver a eles. Infelizmente Brittany não pôde sobreviver, anos depois. Mas tornou-se uma "coisinha próxima do paraíso", conforme diz o título da música dos Tears For Fears.

Tudo a ver, em se tratando da fofura que é o nosso anjinho lindo.


Comentários

  1. Nossa que post lindo... Eu amo essa música <3 não sabia que ela tinha morrido :( Roland Orzabal tem idéias geniais para as suas músicas e escolhendo as pessoas certas para participarem delas ;)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Nossa que post lindo... Eu amo essa música <3 não sabia que ela tinha morrido :( Roland Orzabal tem idéias geniais para as suas músicas e escolhendo as pessoas certas para participarem delas ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FILHA DE MÁRCIA CABRITA NÃO TEVE A SORTE DE BRITTANY MURPHY

Ontem, 10 de novembro de 2017, mesmo dia do aniversário de 40 anos de nascimento de Brittany Murphy, a atriz brasileira Márcia Cabrita, também famosa por papéis cômicos, faleceu, perdendo a batalha contra um câncer no ovário, doença diagnosticada em 2010 (a essas alturas Britt já era falecida).

Com o falecimento de Márcia, sua filha Manuela Parente, não teve a sorte de Brittany, pois a adolescente brasileira acabou perdendo a mãe, ameaça da qual a atriz estadunidense foi poupada. Sabe-se que, entre 1990 e 1992, Sharon Murphy sofreu câncer de mama, com alto risco de falecimento, mas sobreviveu.

A exemplo de Sharon, Márcia Cabrita estava solteira, embora seu divórcio com o psicanalista Ricardo Parente tinha sido bastante amigável. Márcia e Ricardo foram casados entre 2000 e 2004, e continuaram amigos desde então. Ricardo compareceu ao velório da ex-mulher, hoje de manhã, em Niterói, terra natal da atriz, famosa por produções como o seriado Sai de Baixo e sua última novela, Novo Mundo, …

TERMO "PATRICINHA" TEVE ORIGEM EM SOCIALITE BRASILEIRA

O termo "patricinha", que os fãs de Brittany Murphy conhecem pela denominação brasileira dada ao filme de título "seco", Clueless (traduzido do inglês, "sem pistas"), que virou As Patricinhas de Beverly Hills, teve sua origem revelada.

A expressão corresponde ao tipo de garota bem nascida, consumista, fanática por moda, de comportamento ingênuo e intelectualmente duvidoso. Algo como uma jovem dondoca, muitas vezes muito bonita, mas inacessível pelo seu tipo aristocrático.

A revelação se deu no livro Enquanto Houver Champanhe, Há Esperança, que o jornalista Joaquim Ferreira dos Santos, famoso por seus livros memorialistas, como 1958 - O Ano Que Não Devia Terminar (1997), dedica à biografia do colunista social Zózimo Barroso do Amaral.

O termo surgiu da socialite Patrícia Leal, trineta do conde Modesto Leal, que havia sido um dos homens mais ricos do período da República Velha (1889-1930). Patrícia se destacou nas colunas sociais da década de 1990 e, ex-na…

BRITTANY MURPHY NO JAPÃO, DIVULGANDO SIN CITY, EM 2005

Brittany Murphy estava uma doçura na ocasião da entrevista para o portal Cinema Cafe, no Japão, em outubro de 2005, durante sua estadia em Tóquio para divulgação e conferência do filme Sin City naquele país.
É o mesmo país onde, três anos depois, Britt gravaria o filme A Garota do Ramen (The Ramen Girl), seu único filme em que também co-produziu.