AS "SUBSTITUTAS" DE BRITTANY MURPHY EM FILMES


Nos últimos meses de vida, Brittany Murphy teve problemas para integrar o elenco de três filmes.

Primeiro, o filme de animação Happy Feet 2, em que uma interpretação preconceituosa de seus executivos fez cortar Brittany Murphy para a voz da personagem Gloria.

Segundo, pelas divergências que a atriz teve com os produtores de The Caller.

Terceiro, por ela ter falecido antes de iniciar as filmagens de Os Mercenários (The Espendables).

Com isso, os respectivos produtores dos filmes já haviam escalado outras atrizes para os papéis, todas até dando conta do recado, mas de toda forma nos fazendo ficar com os corações partidos, porque nenhuma delas é a Brittany Murphy.

PINK - Alicia Moore, conhecida como Pink, é uma cantora pop dos EUA com trejeitos "roqueiros", como se Avril Lavigne quisesse soar como Courtney Love. Ela já havia feito parte da trilha sonora do primeiro Happy Feet, até que os executivos, erroneamente julgando Brittany "drogada" e "despreparada", escalou Pink já em 2009 para fazer o papel de Gloria, a pinguim-diva do filme.

RACHELLE LEFEVRE - Atriz de seriados, a ruiva canadense Rachelle tornou-se mais conhecida pela participação de filmes da saga Crepúsculo (Twilight). Ela também fez outros longa-metragens, sendo escolhida pelos produtores porto-riquenhos de The Caller para o papel da protagonista Mary Kee.

LAUREN JONES - Modelo, atriz e estilista, Lauren fez poucos trabalhos no cinema. Na verdade, só havia feito o papel de uma repórter no filme Homem-Aranha 3 (Spider-Man 3), de 2007, até que foi chamada para o papel de Cheyenne, objeto de interesse amoroso de Tool, personagem de Mickey Rourke, que, como Brittany, havia participado de Sin City - Cidade do Pecado (Sin City), de 2005.

Sobre esses filmes, três injustiças foram feitas para Brittany. Sobre Happy Feet 2, lançado em 2011, os produtores acharam que a atriz, só porque tomava remédios por conta de um problema no coração, era "drogada". Por sua vez, os produtores de The Caller não pareciam conhecer o estilo de atuar de Brittany, e não entenderam suas exigências para interpretar Mary Kee.

Os Mercenários fez uma grande ingratidão. Anunciada para o elenco do filme, Brittany Murphy chegou a ser creditada como integrante desse elenco por algumas fontes, mas ela faleceu antes de iniciar os trabalhos. Ela iria também cantar, como indicava o papel da personagem Cheyenne.

Lançado o filme, nenhuma menção a Brittany foi creditada. Mesmo as fontes oficiais do filme omitiram a prometida participação da atriz. Nem mesmo Lauren é conhecida como sua substituta, tudo ficou como se Brittany nem houvesse sido convidada para o filme. Uma verdadeira falta de delicadeza com a memória da saudosa atriz.

Comentários