Pular para o conteúdo principal

CASAMENTO DE BRITTANY MURPHY PODE TER INFLUÍDO NA PERDA DE VÁRIOS TRABALHOS


O casamento de Brittany Murphy com o problemático Simon Monjack pode ter influído na perda de oportunidades da atriz em estrelar vários trabalhos, representando um período de infortúnios que depois culminaram na tragédia de 2009.

O casamento ocorreu em 2007, após poucos meses de namoro. Brittany conheceu Simon quando ela estava na Grã-Bretanha durante a divulgação do primeiro Happy Feet, em 2006. Ela também havia passado uma temporada no país europeu para as filmagens de Amor e Outros Desastres (Love and Other Disasters), produção britânica também de 2006, contracenando com o ator Matthew Rhys, atualmente no seriado The Americans ao lado de sua mulher, Keri Russell.

Simon já tinha passagem na polícia por ter passado cheques sem fundos certa vez. Era divorciado de uma jornalista britânica. Como produtor, depois que se casou com Britt, ele não conseguiu se adaptar a Hollywood e acabou vivendo à sombra dela.

Há uma hipótese provável de que Simon teria envenenado Britt e forjado uma morte acidental para obter uma herança. Há denúncias de que ele teria passado a noite com Sharon Murphy, mãe da atriz que morava com o casal, e tentado jogá-la contra a filha.

Quando Brittany passou mal, em 20 de dezembro de 2009, a tragédia poderia ter sido evitada se Simon não tivesse enrolado a sogra alegando que, se chamasse o hospital, a atriz seria exposta a mais fofocas de que era teria sido drogada - Brittany sempre afirmou que nunca usou drogas ilícitas, mas apenas remédios farmacêuticos - , pois um socorro rápido poderia ter salvo ela.

Antes do falecimento de Simon, em circunstâncias semelhantes às de Britt (o que pode condizer com a hipótese dele ter envenenado a esposa), em maio de 2010, investigadores recolheram o computador do cineasta para analisar material. Surgiram denúncias de que Simon teria matado a mulher. Um dos irmãos de Britt havia manifesto indignação ao expressar a suspeita.

A relação problemática teria rendido o cancelamento da participação de Brittany em alguns trabalhos. O primeiro deles, ThinkerBell - Uma Aventura no Mundo das Fadas, de 2008, com canção-tema cantada por Selena Gomez, chegou a ter Brittany Murphy participando de uma cerimônia relacionada ao longa-metragem, mas depois foi excluída de fazer a voz da fada Sininho, tarefa que foi dada a Mae Whitman.

O caso mais famoso de cancelamento de participação partiu dos produtores de Happy Feet 2, co-produção da Austrália e dos EUA. Os produtores alegaram que Brittany Murphy era "drogada" e sua imagem iria prejudicar a produção, tendo a atriz sido substituída pela cantora Pink, que havia participado da trilha sonora do primeiro Happy Feet, para fazer o papel da pinguim Gloria.

O cancelamento, comunicado em 2009, deprimiu Brittany Murphy. Houve rumores de que o episódio influiu na morte dela, e Simon teria dito "a Warner (uma das produtoras do filme) matou Brittany Murphy". Mas o episódio não chegou a tanto. Mesmo assim, é fato que Brittany acabou ficando magoada com a exclusão, uma vez que dublar Gloria foi o trabalho que mais deixou ela feliz.

Além disso, Brittany pôde se lançar como cantora em duas faixas da trilha sonora do filme de animação. Ela gravou duas covers, "Somebody to Love", do Queen, e "Boogie Wonderland" do Earth Wind & Fire. Há quem diga que, se Brittany Murphy tivesse se tornado vocalista do tributo ao Queen liderado por Brian May e Roger Taylor, as performances dela ao vivo teriam sido comparáveis, em desenvoltura, ao próprio Freddie Mercury.

Outro filme que marcou o cancelamento da participação de Brittany Murphy foi o drama de suspense The Caller. Pouco antes dela participar, pela última vez, de um lançamento de um filme, o outro drama de suspense, Do Outro Lado do Corredor (Across the Hall), ela passou alguns dias em Porto Rico para contatar os produtores de The Caller.

Curiosamente, nessa época a Rede Globo de Televisão exibiu, no Supercine - programa destinado a exibir filmes, na noite de sábado - , o filme A Agenda Secreta do Meu Namorado (Little Black Book), último filme exibido na TV aberta quando Brittany estava viva. Era num Brasil que, por ironia, houve um blecaute no Rio de Janeiro justamente no dia de aniversário de 32 anos de Britt, 10 de novembro.

Oficialmente, Brittany deixou a produção - substituída por Rachelle Lefevre, curiosamente atuando, anos depois, no seriado Under the Dome (exibido no Brasil pela Globo) com o ator de Across the Hall, Mike Vogel - alegando "diferenças artísticas", o que sugeriu que os produtores do filme "não entendiam" o talento da atriz.

Mas isso fez sentido até surgirem informações de que Simon Monjack havia se embriagado durante uma noite em Porto Rico, se comportando de maneira escandalosa e apresentando uma obesidade preocupante. Consta-se que ele quase sofreu um infarto na viagem de volta para os EUA.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FILHA DE MÁRCIA CABRITA NÃO TEVE A SORTE DE BRITTANY MURPHY

Ontem, 10 de novembro de 2017, mesmo dia do aniversário de 40 anos de nascimento de Brittany Murphy, a atriz brasileira Márcia Cabrita, também famosa por papéis cômicos, faleceu, perdendo a batalha contra um câncer no ovário, doença diagnosticada em 2010 (a essas alturas Britt já era falecida).

Com o falecimento de Márcia, sua filha Manuela Parente, não teve a sorte de Brittany, pois a adolescente brasileira acabou perdendo a mãe, ameaça da qual a atriz estadunidense foi poupada. Sabe-se que, entre 1990 e 1992, Sharon Murphy sofreu câncer de mama, com alto risco de falecimento, mas sobreviveu.

A exemplo de Sharon, Márcia Cabrita estava solteira, embora seu divórcio com o psicanalista Ricardo Parente tinha sido bastante amigável. Márcia e Ricardo foram casados entre 2000 e 2004, e continuaram amigos desde então. Ricardo compareceu ao velório da ex-mulher, hoje de manhã, em Niterói, terra natal da atriz, famosa por produções como o seriado Sai de Baixo e sua última novela, Novo Mundo, …

ATRIZ DE RIVERDALE É COMPARADA A BRITTANY MURPHY

O portal Teen.Com fez uma lista dos atores do seriado juvenil Riverdale - um seriado de drama com personagens criados pela Archie Comics - , produzido pelo canal CW, da Warner, e comparou uma das atrizes, Lili Reinhart, que faz a Betty Cooper (a loura da turma do Archie), com Brittany Murphy, por causa da semelhança.

Consideramos que as semelhanças sejam muito leves, mas insuficientes para tamanha comparação. Tentamos usar uma outra foto da Brittany Murphy, com uma expressão facial mais parecida, para tentar reforçar a comparação.


A semelhança melhora um pouco, talvez até sugerindo que Lili pudesse interpretar Brittany numa possível nova cinebiografia. Mesmo assim, as semelhanças continuam leves.


O que notamos, todavia, é que Lili Reinhart é muito mais parecida com outra Brittany, a Brittany Snow, não apenas pelos olhos claros, mas pelo formato facial bem mais próximo. Se bem que Brittany Snow também já foi comparada com Brittany Murphy. E o mesmo prenome chamou muito a atenção.

TERMO "PATRICINHA" TEVE ORIGEM EM SOCIALITE BRASILEIRA

O termo "patricinha", que os fãs de Brittany Murphy conhecem pela denominação brasileira dada ao filme de título "seco", Clueless (traduzido do inglês, "sem pistas"), que virou As Patricinhas de Beverly Hills, teve sua origem revelada.

A expressão corresponde ao tipo de garota bem nascida, consumista, fanática por moda, de comportamento ingênuo e intelectualmente duvidoso. Algo como uma jovem dondoca, muitas vezes muito bonita, mas inacessível pelo seu tipo aristocrático.

A revelação se deu no livro Enquanto Houver Champanhe, Há Esperança, que o jornalista Joaquim Ferreira dos Santos, famoso por seus livros memorialistas, como 1958 - O Ano Que Não Devia Terminar (1997), dedica à biografia do colunista social Zózimo Barroso do Amaral.

O termo surgiu da socialite Patrícia Leal, trineta do conde Modesto Leal, que havia sido um dos homens mais ricos do período da República Velha (1889-1930). Patrícia se destacou nas colunas sociais da década de 1990 e, ex-na…

CENAS DE EMINEM E BRITTANY MURPHY EM '8-MILE - RUA DAS ILUSÕES'

Agora que Eminem vai se apresentar no Brasil, na edição deste ano do Lollapalooza local, nada como lembrar o filme que o rapper protagonizou, 8-Mile - Rua das Ilusões (8-Mile), de 2002, que contou com nossa sempre querida Brittany Murphy no elenco. Extraímos algumas cenas com os dois:




CENA DE ALMOST HOME, SERIADO DA DISNEY

Vamos recordar Brittany Murphy em cena ao lado de Olivia Burnette no seriado Almost Home, como foi rebatizada a temporada de 1993 do seriado The Torkelsons, quando Britt entrou no elenco como a personagem Molly Morgan (interessante, uma xará da Molly Gunn de dez anos depois).

Nesta cena Brittany brinca de ser motorista imaginária, mais animada ao lado de uma Dorothy (Olivia Burnette) com olhar entediado. Notem como Britt está supergracinha nesta tomada.


CAROL CASTRO POSSUI A MESMA ASSIMETRIA NOS OLHOS QUE TEVE BRITTANY MURPHY

A atriz brasileira Carol Castro possui uma caraterística comum no seu rosto que também teve a nossa querida Brittany Murphy.

É o tipo de assimetria na posição dos olhos, um aspecto que, em tese, parece estranho no rosto de uma pessoa, mas nos dois casos em nada estragou na beleza, muito pelo contrário.

Nota-se que na parte esquerda do rosto o olho se posiciona um pouco abaixo do nível do olho no lado direito. Isso vale tanto no caso de Carol quanto foi o caso de Brittany.

A propósito, Carol Castro faz par romântico com o ator e cineasta Márcio Garcia, que a dirigiu no filme Angie (Open Road). Márcio também é diretor do filme Amor Por Acaso (Bed and Breakfast), estrelado por Juliana Paes, que, embora não tenha essa assimetria, tem um rosto levemente parecido com o de Carol.

Amor por Acaso tem no elenco o mesmo Dean Cain que contracenou com Brittany no filme Busca Alucinante (Abandoned), e no elenco brasileiro deste filme de Márcio Garcia tem também a atriz Débora Lamm, que esteve em Ci…

VAMOS FAZER UM DESAFIO DOS DEZ ANOS?

O que seria essa moda recente do "Desafio dos 10 Anos"? A moda consiste em usar duas fotos comparativas, com diferença de dez anos, para mostrar se alguma personalidade mudou ou permanece a mesma.

Evidentemente, Brittany Murphy teria hoje a aparência que teve em 2009, sem tirar nem pôr. Ela já havia feito uma operação no lábio superior em 2006 e feito alguns ajustes no rosto. Nosso desafio, então, escolheu duas imagens da nossa querida Britt, uma de 1999 e outra de 2009.

Uma corresponde a ela no filme Lindas de Morrer (Drop Dead Gorgeous), o de 1999, quando ela fez a graciosa Lisa Swenson, uma das concorrentes de um concurso de beleza. A outra imagem, de dez anos depois, se refere à uma cena de Algo Maligno (Something Wicked), filme lançado postumamente em 2014, com Brittany fazendo papel de Susan, vilã do drama de terror.


JENNIFER MORRISON FOI NOIVA DE ATOR DE 'GRANDE MENINA, PEQUENA MULHER'

Foi anunciada hoje, oficialmente, a saída da atriz Jennifer Morrison do seriado Era Uma Vez (Once Upon a Time), no qual fazia a protagonista Emma Swan, filha da Branca de Neve (Snow White) e do Príncipe Encantado (Prince Charming), que está no ar desde 2011.

A saída foi amigável e feita por razões pessoais e profissionais. Jennifer queria estar disponível para novos trabalhos, desejando ampliar seu talento com novas personagens. Ela decidiu sair, mas expressou profunda gratidão aos colegas do elenco e à equipe técnica, além de se oferecer para comparecer a eventos relacionados ao seriado.

Uma curiosidade sobre Jennifer - também carinhosamente apelidada de Jenny - é que ela foi noiva do ator Jesse Spencer, entre 2004 e 2006. Jesse fez o papel de Neil Fox, justamente o par romântico da personagem de Brittany Murphy, Molly Gunn, no filme Grande Menina, Pequena Mulher, de 2003.

Jennifer e Jesse chegaram a marcar casamento no mesmo ano em que Britt se casou com Simon Monjack. 2007, mas o …

MECANISMO TABOOLA SE ESQUECE DE QUE SE FALA DEMAIS DA MORTE DE BRITTANY MURPHY

O mecanismo Taboola, que através de algoritmos cria pop ups internos em várias páginas da Internet, cometeu um equívoco ao incluir Brittany Murphy entre os mortos famosos aos quais "ninguém falou" a respeito.
Infelizmente, tudo que se fala é da morte da atriz, mais do que sua obra. A impressão que se tem é que Brittany Murphy está "sendo morta" várias vezes depois daquele triste domingo de 20 de dezembro de 2009.
Só se fala na tragédia dela, incluindo teorias conspiratórias, abordagens sensacionalistas etc. A coitada foi até vítima de fake news no Brasil, quando a reacionária revista Veja, do Grupo Abril, conhecida por desmoralizar políticos progressistas e movimentos sociais, publicou a lorota de que Brittany teria brigado com os produtores do filme Algo Maligno (Something Wicked).
Essa informação é mentirosa e os produtores, pelo contrário, afirmaram não só ter tido uma boa relação com Brittany, que, segundo eles, teve excelente atuação no filme, que a equipe té…

ATRIZES DE 'GAROTA, INTERROMPIDA' SE REENCONTRAM EM 'HANDMAID'S TALE'

Quase vinte anos após o filme Garota, Interrompida (Girl, Interrupted), a atriz Clea DuVall entrará no elenco do seriado The Handmaid's Tale, do Hulu (no Brasil passa no canal Paramount), protagonizado por sua colega no longa de 1998, Elisabeth Moss.

Garota, Interrompida, protagonizado por Winona Ryder, atualmente em Stranger Things, do Neftlix, foi o primeiro drama de sucesso da carreira de Brittany Murphy, então consagrada por comédias como As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless).

DA ESQUERDA, ANGELA BETTIS, CLEA DUVALL E ELISABETH MOSS EM GAROTA,INTERROMPIDA.

DuVall fará o papel de Sylvia, a esposa da qual  a parceira da personagem de Moss (June Osborne / Offred), a personagem Emily / Ofglen - interpretada por Alexis Bledel, que trabalhou com Brittany em Sin City - A Cidade do Pecado (Sin City), de 2005 - , descreveu como sua esposa. Não há detalhes de como a personagem Sylvia se comportará na trama.

AUTÓGRAFO DE ATRIZES DE GAROTA, INTERROMPIDA.

O seriado Handmaid's Tale t…