ROSARIO DAWSON MANIFESTA CETICISMO EM RELAÇÃO A HILLARY CLINTON


A atriz e ativista Rosario Dawson, que foi colega de Brittany Murphy nos filmes Paixões em Nova York (Sidewalks in New York), de 2001, e Sin City - Cidade do Pecado (Sin City), de 2005, manifestou seu ceticismo em relação à candidatura de Hillary Clinton à presidência dos EUA.

Ela participou da entrevista coletiva ao lado das colegas Shailene Woodley (estrela das adaptações para o cinema da saga literária Divergente) e a veterana Susan Sarandon, para jornalistas durante a Convenção Nacional do Partido Democrata deste ano, em Filadélfia, na Pensilvânia.

"Se você diz a alguém 'Você tem que votar em tal pessoa para evitar A, B, C e D, eu não acredito que isso possa trazer um bom efeito", disse Shailene, também considerada ativista e que havia defendido o então pré-candidato ao Partido Democrata para sucessão de Barack Obama, o socialista Bernie Sanders.

"Quando estou no DNC (Democratic National Convention) e vejo o nome de (Donald) Trump (candidato do Partido Republicano), porque "Amo Odiar Trump", eu quero saber o que o amor realmente faz lá. Dizer que você é melhor do que Trump não quer dizer muito... Eu acho importante que os votos (dos eleitores de Sanders) sejam ganhos e não apenas concedidos (a Hillary)", declarou Rosario.

Provavelmente, todavia, acreditamos que Brittany estaria apoiando Hillary Clinton para a corrida presidencial. Brittany não era uma especialista em política, mas observando o contexto de sua vida, é possível que ela apoiasse a candidata do Partido Democrata à presidência dos EUA.

Comentários