14 ANOS APÓS 'RECÉM-CASADOS', FILME COM ASHTON KUTCHER REVELA DESIGUALDADE SALARIAL DE ATORES PROTAGONISTAS


14 anos após o lançamento do filme Recém-Casados (Just Married), um dos primeiros sucessos em longa-metragem do ator de De Volta Aos Anos 70 (That 70's Show), Ashton Kutcher - e acompanhado da eternamente deliciosa Brittany Murphy - , outro filme com o ator revela um caso de desigualdades salarial entre ele e sua parceira, Natalie Portman.

A comédia Sexo Sem Compromisso (No Strings Attached), de 2011 - por sinal, lançado também em janeiro, oito anos após Recém-Casados - , foi gravada em um período posterior ao envolvimento de Natalie Portman no drama Cisne Negro (Black Swan).

Curiosamente, em Cisne Negro, de 2010, Natalie trabalhou com Mila Kunis, colega de Ashton em De Volta Aos Anos 70 e sua atual esposa (com o qual tem dois filhos, a menina Wyatt e o menino Dimitri), e com Winona Ryder, que havia sido amiga de Britt e com esta contracenou no filme Garota, Interrompida (Girl, Interrupted), de 1998.

A queixa de Natalie é quanto ao salário, pois Ashton Kutcher havia recebido um valor três vezes superior ao dela. Embora ela não tenha ficado tão ofendida como deveria, já que ela de alguma forma também foi bem remunerada, ela define a disparidade salarial como uma "loucura".

"Ashton Kutcher recebeu três vezes mais do que eu em ‘Sexo sem compromisso’. Eu sabia e topei porque existe essa coisa de ‘cotas’ em Hollywood. A dele era três vezes maior que a minha, então disseram que ele deveria ganhar três vezes mais. Eu não fiquei tão irritada quanto deveria. Quero dizer, nós ganhamos muito bem, então é difícil reclamar, mas a disparidade é insana. Comparadas aos homens, na maioria das profissões, as mulheres ganham 80 centavos por dólar. Em Hollywood, estamos ganhando 30 centavos por dólar", disse a atriz.

A questão da diferença salarial foi levantada pela atriz Jennifer Lawrence, num debate que contou também com depoimento de Amy Adams - colega de Britt no filme Lindas de Morrer (Drop Dead Gorgeous), de 1999 - , que disseram ter recebido menos dinheiro do que os atores masculinos do filme Trapaça (American Hustle), de 2013.

A atriz Emma Stone, recém-premiada com o Globo de Ouro pelo filme La-La-Land e colega de elenco de outra atriz de Recém-Casados, Monet Mazur, no filme A Casa das Coelhinhas (House Bunny), de 2008, também reclamou não só das diferenças salariais mas pelo fato de que algumas piadas de improviso criadas por ela durante os ensaios eram roubadas por atores masculinos.

Sobre a declaração de Natalie Portman, Ashton Kutcher apoiou a declaração da colega de filme: "Estou orgulhoso por Natalie e por todas as mulheres que defendem o fim das diferenças salariais entre homens e mulheres", declarou o ator.

Comentários