ATRIZ DE 'BRAVURA INDÔMITA' SEGUE OS PASSOS QUE BRITTANY MURPHY GOSTARIA DE TER DADO

HAILEE STEINFELD GRAVAVA SEU PRIMEIRO SUCESSO, BRAVURA INDÔMITA, NA ÉPOCA EM QUE BRITTANY FAZIA SEUS ÚLTIMOS TRABALHOS.

A notícia desta semana é que a jovem atriz Hailee Steinfeld, revelada há cinco anos com o filme de faroeste Bravura Indômita (True Grit), assinou com a Republic Records, selo da Universal Music, para iniciar carreira de cantora.

Dona de uma voz surpreendentemente sensual que, quando fala, contrasta, deliciosamente, com seu rosto de ninfeta, Hailee Steinfeld investiu na música por influência de seu elogiado desempenho em A Escolha Perfeita 2 (Pitch Perfect 2), e a beleza vocal se estendeu também para o canto, belíssimo.

Hailee Steinfeld estreou como atriz ainda criança, em 2007, no seriado Back to You, protagonizado pelo mesmo Kelsey Grammer do seriado Frasier (que teve um episódio com a participação de Brittany, Give Him the Chair!, de 1994).

No seu primeiro sucesso, o filme Bravura Indômita, de 2010, Hailee foi colega de elenco de Josh Brolin que atuou no filme A Garota Morta (The Dead Girl), um dos filmes com Brittany no elenco lançados em 2006.

A curiosidade, é que o protagonista do filme, Jeff Bridges, fez em 1984 o filme Starman - O Homem que Veio das Estrelas (Starman), contracenando com Karen Allen (conhecida pela saga Indiana Jones), que contracenou com Brittany no filme Falling Sky (1998), de Brian de Palma.

No filme Ten Thousand Saints, deste ano, Hailee é colega de elenco de Julianne Nicholson, que participou, em 2004, do filme A Agenda Secreta do Meu Namorado (Little Black Book), filme que valoriza o talento de Brittany Murphy como cantora, interpretando "Nobody Does It Better", sucesso de Carly Simon.

Em Barely Lethal, também deste ano, Hailee é colega de elenco de duas atrizes que trabalharam com Brittany em Sin City - Cidade do Pecado (Sin City), de 2005, Jaime King e Jessica Alba. Jessica, que foi amiga de Britt, também foi colega de Hailee no elenco que apareceu no clipe da música "Bad Blood", de Taylor Swift, por sinal com estética inspirada em Sin City.

Para terminar, Hailee Steinfeld apareceu em vários eventos, incluindo sessões de fotos, ao lado de Elle Fanning, irmã de Dakota Fanning, atriz de Grande Menina, Pequena Mulher (Uptown Girls). Brittany já havia conhecido Elle na ocasião de lançamento do filme. Hailee também conheceu Dakota em outros eventos que tiveram a participação de Elle.

BRITTANY TERIA TAMBÉM ASSINADO CONTRATO

Por razões tristes já conhecidas (e levianamente exploradas pela imprensa sensacionalista), Brittany Murphy não pôde iniciar sua carreira de cantora. Não fosse sua tragédia no final de 2009, Britt teria dado a volta por cima em 2010, depois de ser deixada um pouco de lado pelo mercadão de Hollywood, recuperado o sucesso e tendo condições de iniciar carreira de cantora.

É muito provável que Brittany teria feito um contrato com gravadora em 2011, ano em que ela talvez iniciasse carreira paralela como cantora. O primeiro álbum, que teria surgido em 2011 ou 2012, poderia incluir até mesmo canções autorais, feitas pela própria Britt, uma vez que ela demonstrou interesse em ser compositora em uma entrevista em 2004.

Brittany teve uma experiência pouco conhecida como vocalista da banda Blessed Souls, formada nos anos 1990, que na sua breve formação teve também o ator Eric Balfour. O grupo era especializado em pop dançante.

Brittany teve poucas oportunidades de mostrar seu grande talento, em programas de TV, eventos diversos e outras atividades. Em A Agenda Secreta do Meu Namorado, sua personagem Stacy Holt cantava junto com os CDs de Carly Simon que ela botava para tocar, e, sozinha, como descrevemos, cantou "Nobody Does It Better".

Em disco, três músicas Britt gravou em 2006: a participação numa faixa do DJ inglês Paul Oakenfold, "Faster Kill Pussycat", e as covers dos sucessos do Queen, "Somebody to Love", e do Earth Wind & Fire, "Boogie Wonderland", para a trilha de Happy Feet - O Pinguim (Happy Feet).

Como Hailee demonstra hoje, Brittany tinha uma voz ao mesmo tempo encantadora e espontânea. É curioso que Britt não era muito badalada nesta atividade, mas tinha um talento surpreendente e natural. E nota-se isso em Hailee, à sua maneira.

Desejamos boa sorte na carreira de Hailee Steinfeld. Talvez Britt pudesse dar o aval. De qualquer maneira, desejamos muito sucesso a Hailee nessa nova experiência.

Comentários